Mundo

Crise política em Itália. É a segunda coligação falhada de Giuseppe Conte

Primeiro-ministro apresentou a demissão.

O primeiro-ministro italiano, Giuseppe Conte, demitiu-se. Espera que o Presidente Sergio Mattarella o volte a convocar para formar Governo.

Desta forma, o primeiro-ministro tenta resolver a crise gerada pela saída do partido de Matteo Renzi da coligação que estava a aguentar o Governo.

Na semana passada Giuseppe Conte ganhou a moção de confiança no Parlamento, mas não conseguiu depois uma maioria absoluta de apoio ao Governo no Senado.

Conte foi nomeado em junho de 2018 para uma coligação de centro direita, que se desfez pouco mais de um ano depois.

Uma nova coligação foi conseguida com o apoio do antigo primeiro-ministro Matteo Renzi que agora retirou o tapete político a Conte, em desacordo com o destino a dar aos fundos europeus distribuídos por causa da crise gerada pela pandemia.

Giuseppe Conte tenta agora ser convocado para um terceiro Governo com uma nova coligação e evitar eleições antecipadas.

Itália vive uma crise sem precedentes. Foi um dos países mais atingidos no início da pandemia. Em 11 meses
sofreu com a morte de 85. 881 pessoas e 2,5 milhões de contágios de covid-19.

  • Liga Europa

    "Águias" perderam com o Arsenal por 3-2 na 2.ª mão dos 16 avos-de-final.

    SIC Notícias

  • O exemplo inglês 

    Opinião

    Na década de oitenta, as tragédias de Heysel Park primeiro e de Hillsborough depois, atiraram a credibilidade do futebol inglês para a sarjeta.

    Duarte Gomes