Mundo

Venezuela expulsa embaixadora da UE. Isabel Pedrosa deverá abandonar hoje o país

PAULO CUNHA

Em causa estão sanções aplicadas por Bruxelas a membros do executivo.

A embaixadora da União Europeia na Venezuela deverá sair esta terça-feira do país. A portuguesa Isabel Brilhante Pedrosa foi considerada, pela segunda vez, “persona non grata” pelo Governo venezuelano.

Na passada quarta-feira, Nicolas Maduro deu à embaixadora 72 horas para abandonar a Venezuela, mas a falta de voos atrasou a saída. Em causa estão sanções aplicadas por Bruxelas a membros do executivo.

Já vários Estados-membros da União Europeia condenaram a expulsão de Isabel Pedrosa. O ministro dos Negócios Estrangeiros português diz que a decisão só irá agravar o isolamento internacional da Venezuela.