Mundo

Neto de Fidel Castro pede desculpa por vídeo polémico a conduzir um carro de luxo

Sandro Castro, neto de Fidel Castro

Instagram

Cuba atravessa uma grande crise económica.

Um dos netos do ex-líder cubano Fidel Castro pediu desculpas na quinta-feira, após um vídeo em que conduzia um Mercedes-Benz chegar às redes sociais, provocando polémica no país, que atravessa uma grave crise económica.

De acordo com a agência de notícias espanhola Efe, Sandro Castro, de 29 anos, empresário de diversão noturna em Havana, é visto num vídeo de 25 segundos a conduzir o automóvel de luxo a grande velocidade, numa estrada em Cuba.

"Nós somos simples, mas às vezes há que pegar nestes pequenos brinquedos que temos em casa", disse na gravação, que deu origem a muitas críticas, acusando-o de gozar de privilégios num momento duro para as famílias cubanas, com o agravamento da crise económica provocado pela pandemia.

O neto do falecido líder cubano pediu na quinta-feira desculpas num vídeo publicado na rede social Instagram, explicando que o automóvel não lhe pertencia, tendo-lhe sido emprestado por um amigo.

"Quando eu me referia aos brinquedos que tinha em casa, dizia-o como piada, porque definitivamente o carro não é meu", afirmou Sandro Castro, precisando que nunca quis que o vídeo fosse tornado público, tendo-o divulgado no WhatsApp para "contactos próximos de confiança".

Instagram

Em Cuba, o Estado detém o monopólio da importação de automóveis, aplicando taxas de até 800%, o que faz com que ter um carro na ilha seja um luxo ao alcance de poucos.

O jovem pediu desculpa "aos cubanos dentro e fora de Cuba [...] e [a] todos aqueles que se sintam ofendidos".

Sandro Castro Arteaga é filho de Alexis Castro Soto del Valle, o mais velho dos cinco filhos de Fidel Castro e de Dalia Soto del Valle.

Até se retirar da vida pública, por motivos de saúde, a vida pessoal e familiar do líder da Revolução cubana manteve-se rodeada de forte discrição.

  • 2:33