Mundo

Duas crianças atiradas de muro que separa México dos EUA

Alertamos que as imagens podem impressionar.

Agentes da Patrulha de Fronteiras dos Estados Unidos resgataram duas crianças equatorianas depois de estas terem sido atiradas sobre o muro da fronteira de uma altura de cerca de quatro metros, na zona do deserto de New Mexico.

Um vídeo filmado pela patrulha e divulgado entretanto mostra as duas irmãs, de três e cinco anos, a serem largadas no lado norte-americano da fronteira. Segundo as autoridades, o caso ocorreu na noite de terça-feira.

O que mostra a filmagem

As imagens mostram as pessoas que as autoridades norte-americanas acreditam serem traficantes de seres humanos a subir para a cerca e a largar uma das irmãs do outro lado. Assim que a primeira criança se levantou, a segunda foi atirada.

“Assim que as duas crianças caíram, os traficantes fugiram imediatamente do local e abandonaram as duas meninas”, revelou a Patrulha da Fronteira em comunicado, cita a CNN.

O alerta foi dado por um dos agentes norte-americano que operava as câmaras de vigilância no momento em que as crianças foram largadas. As irmãs foram transportadas para o hospital “por precaução e para avaliação médica”, tendo tido alta. Estão agora ao cuidado da Patrulha de Fronteira, numa unidade de acolhimento temporária.