Mundo

Descarrilamento de comboio em Taiwan. Presidente visita feridos no hospital

Pelo menos 50 pessoas morreram e mais de 100 ficaram feridas após o descarrilamento de um comboio.

A Presidente de Taiwan, Tsai Ing-wen, visitou os feridos do acidente de comboio que estão no hospital.

A responsável prometeu ajuda aos familiares das vítimas.

Pelo menos 50 mortos no descarrilamento de comboio em Taiwan

Pelo menos 50 pessoas morreram e mais de 100 ficaram feridas após o descarrilamento de um comboio, em Taiwan.

A composição embateu contra uma máquina de obras à entrada de um túnel. Uma primeira investigação concluiu que o travão de emergência do comboio não foi acionado corretamente.

O comboio seguia cheio numa viajem entre Taipé e Taitung, com perto de 500 pessoas a bordo.

As equipas de socorro e resgate foram chamadas de imediato. Alguns passageiros acabaram por sair do comboio pelo próprio pé e seguiram até ao exterior do túnel, circulando por cima das carruagens danificadas. Outras ficaram presas e o trabalho de resgate durou várias horas.

A Presidente do Taiwan, Tsai Ing-wen, lamentou o acidente e adiantou que os departamentos envolvidos vão atuar.

  • Confidentes de alunos e cúmplices de professores: o braço contínuo

    País

    Chamam-lhes “funcionários” porque funcionam. A expressão até parece sugerir que eles são os únicos que “funcionam”, dentro de uma escola. Acalmem-se os tolos. Significa apenas que os “assistentes operacionais”, ou “auxiliares de ação educativa”, títulos mais pomposos do que “contínuos” – expressão que estimo muito - são pau para toda a colher.

    Opinião

    Rui Correia

  • O planeta em que todos vivemos

    Futuro Hoje

    O Planeta Lourenço terá que ser ainda mais simples e eficaz na mensagem. É um risco. Frequentemente, quando me mostram aparelhos ou programas as coisas falham, é o que chamo de síndrome da demonstração. Mas isto acontece na vida real, é assim que vamos fazer.

    Opinião

    Lourenço Medeiros