Mundo

Membro da família real e ex-assessor do rei da Jordânia detidos "por razões de segurança"

Westend61/GettyImages

As investigações prosseguem e que estão a decorrer interrogatórios aos detidos.

As autoridades da Jordânia detiveram este sábado um membro da família real, um ex-assessor do rei jordano e um número indeterminado de pessoas, no âmbito de uma campanha de detenções "por razões de segurança", anunciou a agência oficial de notícias.

Segundo a agência oficial jordana Petra, Bassem Awadallah, ex-assessor do rei Abdalá II e ex-ministro das Finanças, foi detido este sábado juntamente com Sharif Hasan bin Zaid, membro da família real, "por razões de segurança".

Os dois encontram-se entre um número indeterminado de detidos, acrescentou a agência, citando uma fonte dos serviços de segurança.

Awadallah foi nomeado chefe da corte real em 2007 e o seu último cargo no Governo jordano foi o de enviado especial à Arábia Saudita.

O canal Al Arabiya adiantou que as detenções incluem "pessoas próximas do príncipe Hamzah bin Hussein", irmão do rei e ex-príncipe herdeiro, cujo paradeiro atual se desconhece, mas esta informação não foi confirmada oficialmente.

A fonte dos serviços de segurança referiu que as investigações prosseguem e que estão a decorrer interrogatórios aos detidos, sem, contudo, adiantar de quantas pessoas se trata.