Mundo

Depois das cheias do último fim de semana, Governo timorense declara situação de calamidade em Díli

Quarenta e duas pessoas morreram e mais de duas dezenas estão desaparecidas.

O Governo timorense declarou a situação de calamidade em Díli depois das cheias do último fim de semana, que provocaram mais de 14 mil deslocados.

As obras de reconstrução, prevê o Governo, devem demorar longos meses. São necessários recursos financeiros e não só. Nas próximas horas avança o pedido de apoio internacional urgente.

Em Dili foi declarada a situação de calamidade durante 30 dias.