Mundo

Virginia torna-se primeiro Estado do sul dos EUA a aprovar consumo de cannabis

Rafael Marchante

O Estado de Nova Iorque legalizou oficialmente no início do mês o consumo recreativo de cannabis, depois de aprovada legislação pelas duas câmaras da assembleia legislativa nova-iorquina.

A Virginia tornou-se hoje no primeiro Estado do sul dos Estados Unidos a aprovar o cultivo e o consumo de cannabis para fins recreativos.

Uma proposta do governador Ralph Northam no sentido de o consumo recreativo e o cultivo de pequenas quantidades de cannabis passar a ser legal a partir de 1 de julho foi aprovada pela assembleia estadual, de acordo com a imprensa local.

Parte de um conjunto de Estados pró-conservadores (conhecido como "Bible Belt", ou "Faixa da Bíblia"), onde o partido republicano é tradicionalmente o mais forte, a Virginia será o 16º Estado norte-americano a avançar com a medida.

Segundo o gabinete do governador, a proposta de legalização imediata destina-se a reduzir o número de detenções e condenações por uso de cannabis, que afeta "de forma desproporcional" os afro-americanos.

De acordo com a cadeia de televisão ABC, antes de serem atribuídas licenças de comercialização da droga ligeira, os legisladores terão de aprovar ainda regulamentação.

De acordo com as estimativas feitas pelas organizações que apoiaram este projeto-lei regulação poderá gerar 350 milhões de dólares em impostos anuais e criará entre 30.000 e 60.000 postos de trabalho.