Mundo

Foguetão Soyuz lançado para o espaço em homenagem aos 60 anos do voo de Gagarin

Os cosmonautas da Roscosmos Oleg Novitskiy e Pyotr Dubrov e o astronauta da NASA Mark Vande Hei.

GCTC/ROSCOSMOS HANDOUT

Leva a bordo a próxima tripulação da Estação Espacial Internacional.

Dois cosmonautas russos e um astronauta americano partiram hoje para a Estação Espacial Internacional (ISS) numa missão em homenagem ao 60.º aniversário do envio do primeiro homem ao espaço, Yuri Gagarin.

O foguetão Soyuz descolou às 07:42 GMT (08:42 em Lisboa) do cosmódromo russo de Baikonur, no Cazaquistão. A bordo viajam os cosmonautas da Roscosmos Oleg Novitskiy e Pyotr Dubrov e o astronauta da NASA Mark Vande Hei, para uma missão de seis meses.

Deverão chegar à ISS às 12h00, hora de Lisboa.

Em homenagem ao lendário voo de 12 de abril de 1961, o foguetão foi batizado Gagarin e decorado a branco e azul como o seu predecessor Vostok-1 em que o primeiro homem no espaço deu uma volta à Terra num voo que durou 1h48m.

Yuri Gagarin, o primeiro homem no espaço. E Valentina Tereshkova, a primeira mulher

O cosmonauta russo ficou para a História como o primeiro homem a viajar para o espaço. Um sucesso que foi considerado uma humilhação para os norte-americanos e que só seria ultrapassada com a chegada de astronautas dos EUA à Lua.

  • Regresso ao futuro

    Opinião

    "Queremos assegurar que os novos líderes estão unidos por um conjunto de valores que torna claro que a liderança não é sobre ego" (David Simas, Presidente da Fundação Obama)

    Germano Almeida