Mundo

Crime organizado na UE cresce e está mais violento 

60% dos crimes assentam na corrupção.  

O crime organizado na União Europeia cresceu e está mais violento.

A Europol revela que a maioria das redes criminosas assenta na corrupção. O relatório foi apresentado esta segunda-feira, em Lisboa.

O relatório da Europol, que avalia de 4 em 4 anos a ameaça do crime grave e organizado na União Europeia, mostra que quase todas as redes atuam em mais de três países e são compostas por criminosos de várias nacionalidades.

Quase metade das redes criminosas dedicam-se ao tráfico de droga, mas a Europol também alerta para o crescimento do branqueamento de capitais, do cibercrime e do tráfico de seres humanos.