Mundo

Como era o mundo em 1984? O Google Earth mostra a evolução até aos dias de hoje

Google Earth

A plataforma criou um timelapse que permite ver como mudou o planeta Terra em 37 anos.

Juntando milhões de fotografias de satélite, o Google Earth criou um timelapse do planeta Terra. Nesta nova funcionalidade, é possível ver os efeitos do degelo e da desflorestação ou o crescimento das grandes metrópoles mundiais. Pode também verificar a evolução que a sua terra natal teve nestes últimos anos.

Esta atualização da plataforma – a maior atualização desde 2017 – pretende mostrar quanto o mundo mudou nos últimos 37 anos. A Google oferece-lhe um conjunto de pontos geográficos onde as alterações são mais evidentes, divididos por temáticas que incluem as alterações florestais, as belezas frágeis, as fontes de energia, os alertas do planeta ou a expansão urbana.

Google Earth Timelapse

Nestes separadores poderá ver como a aumentou a produção de soja na Bolívia ou que impacto tem a produção de óleo de palma na Indonésia. Poderá explorar a forma como a natureza tomou conta dos antigos terrenos de cultivo em Kirov, na Rússia, como era o Dubai antes de serem criadas as Palm Jumeirah ou o impacto das minhas de carvão no interior da Mongólia, na China.

Para além das sugestões apresentadas, é ainda possível explorar livremente o planeta. As cidades portuguesas também estão disponíveis nesta aplicação e poderá ver como cresceu a cidade de Lisboa ou Porto em 37 anos. É ainda possível procurar a sua cidade natal e ver o efeito que o tempo teve.

Google Earth Timelapse

Este projeto conta com mais de 24 milhões de fotos de satélite. As imagens são apresentadas, ano a ano, desde 1984 até 2020. É possível ver o vídeo seguido, em contínuo, ou selecionar um determinado período de tempo.

  • Investir agora na infância para poupar no futuro

    Desafios da Mente

    Assegurar o desenvolvimento saudável de todas as crianças é essencial para as sociedades que procuram alcançar o seu pleno potencial sanitário, social e económico. A prevenção da adversidade precoce deve ser uma preocupação diária e não apenas assunto no mês de abril, mês Internacional da Prevenção dos Maus-Tratos na Infância. Os Governos, as famílias, as comunidades e as organizações devem ser envolvidas a fim de alcançar estes objetivos.