Mundo

Berlim ilegaliza organização muçulmana por alegada ligação ao terrorismo

SASCHA STEINBACH

A polícia alemã efetuou buscas em edifícios relacionados com a Ansaar International em dez estados alemães.

O Governo alemão proibiu hoje uma organização muçulmana acusada de apoiar o terrorismo a nível global através de doações, anunciou o Ministério do Interior.

A polícia efetuou buscas em edifícios relacionados com a Ansaar International em dez estados alemães, disse o Ministério do Interior do Governo de Berlim.

O ministério alega que o dinheiro que a organização angaria para supostos projetos de auxílio são canalizados para os grupos radicais Nusra Front, ligado à Al Qaeda, na Síria, o Hamas na Palestina ou o al-Shabab na Somália.

Mais de mil polícias estiveram envolvidos nas rusgas, tendo sido confiscados 150 mil euros em dinheiro.

De acordo com o ministro do Interior, Horst Seehofer, a organização Ansaar International espalha "visões salafistas do mundo", financia o terror no mundo sob o disfarce da ajuda humanitária.