Mundo

"Caixas mistério" com animais de estimação geram indignação na China

Canva

Cerca de 160 cães e gatos foram localizados dentro de um veículo de uma empresa de transporte.

Na China, uma nova moda conhecida como "caixa mistério" ganhou grande popularidade. As pessoas fazem a encomenda através da internet e é enviada, pelo correio, uma caixa com um animal de estimação.

Estas encomendas estão a gerar uma enorme polémica e indignação, depois de vários animais terem sido encontrados mortos, na última segunda-feira, dentro de uma carrinha de transporte, como conta a BBC.

Cerca de 160 cães e gatos foram localizados dentro de um veículo de uma empresa de transporte, em Chengdu, a capital da província de Sichuan, no sudoeste da China. Todos os animais tinham menos de três meses, segundo uma associação de resgate, a Chengdu Aizhijia Animal Rescue Center, que informou também que alguns morreram asfixiados.

Numa rede social chinesa, este grupo de resgate partilhou um vídeo onde se viam caixas até ao teto da carrinha: "A caixa de carga está cheia de gatos e cães", descrevia a associação.

A empresa de transporte envolvida, diz a BBC, informou que suspendeu o responsável por este transporte e reforçou a formação sobre a segurança no transporte e a proteção animal.

Nas redes sociais surgiram pedidos de boicotes às caixas e à compra de animais online. Já os media chineses descreveram as "caixas mistério" como "uma profanação da vida", conta a BBC. Apelam também aos compradores e vendedores a terem "mais boa vontade e mais respeito pela vida".

Os voluntários que resgataram os animais estão a acompanhá-los desde o início da semana. Esta quinta-feira anunciaram que os conseguiram levar para o abrigo e que 38 dos cães e gatos salvos ainda estão a receber tratamento.

  • 1:21