Mundo

Primeiro-ministro e restante Governo da República do Congo apresentam demissão

Carlo Allegri

Três semanas após o Presidente Denis Sassou Nguesso ter tomado posse para um quarto mandato.

O primeiro-ministro da República do Congo, Clement Mouamba, e os restantes do Governo renunciaram hoje aos respetivos cargos, quase três semanas após o Presidente Denis Sassou Nguesso ter tomado posse para um quarto mandato, anunciou a televisão pública do país.

Mouamba apresentou "a sua demissão, bem como a do seu Governo, ao Presidente da República", anunciou a estação de televisão, citando uma declaração assinada por Florent Ntsiba, chefe de gabinete do chefe de Estado.

O Presidente Nguesso "pediu aos membros do Governo que gerissem os assuntos correntes até que a nova equipa governamental esteja em funções", acrescentou a mesma fonte.

Antigo executivo do Banco dos Estados da África Central (BEAC, que agrupa seis países membros) e originário da região de Lékoumou, sudoeste do República do Congo, Clement Mouamba, com 77 anos, foi nomeado primeiro-ministro em 2016.

O futuro Governo do Congo terá pela frente vários desafios a enfrentar, particularmente no domínio da luta contra a corrupção e na melhoria das condições de acesso à água potável e eletricidade.