Mundo

Bolsonaro exige voto impresso nas presidenciais no Brasil em 2022 

"Vai ter voto impresso, porque se não tiver voto impresso, é sinal que não vai ter eleição." 

O Presidente Jair Bolsonaro disse esta quinta-feira estar contra o sistema de voto eletrónico, que é usado no Brasil há mais de 20 anos.

Num direto no Facebook, Bolsonaro defendeu o regresso ao voto impresso. Disse mesmo que se não houver voto impresso, não haverá eleições presidenciais no próximo ano.

"Digo mais, se o Parlamento brasileiro, por maioria qualificada de três quintos (...), aprovar e promulgar, vai ter voto impresso em 2022 e ponto final. Vai ter voto impresso, porque se não tiver voto impresso, é sinal que não vai ter eleição. Acho que o recado está dado", declarou o chefe de Estado brasileiro.

O Presidente brasileiro acrescentou ainda que o Brasil é a "única republiqueta do mundo" que aceita o resultado de eleições realizadas com voto eletrónico.

"Ninguém aceita mais esse voto que está aí. Como é que podem falar que esse voto é 'preciso', 'legal', 'justo'", questionou.

  • 1:21