Mundo

Casal de youtubers cancela adoção porque não podia partilhar conteúdos do bebé nas redes sociais

Youtube NikkiPhillippi

Aconteceu em 2018, mas voltou a ter destaque depois da polémica por Nikki e Dan Phillippi terem mandado abater o cão.

Um casal de youtubers, Nikki Phillippi e Dan Phillippi, cancelou a adoção de um bebé, na Tailândia, ao perceber que não poderia partilhar conteúdos da criança nas redes sociais durante o primeiro ano.

O anúncio foi feito em vídeo, em 2018, mas voltou a ter destaque há pouco tempo na plataforma Reddit, depois de uma polémica relacionada com o abate de um cão.

Segundo o The Mirror, Nikki e Dan Phillippi cancelaram a adoção dois meses depois do início do processo e apontam as leis tailandesas como a causa para a decisão.

Num vídeo com o título "Já não vamos adotar na Tailândia", o casal de influencers explicou os motivos da decisão:

"Quando adotamos uma criança, ela torna-se nossa filha, mas não é permitido falar-se sobre ela ou partilhar qualquer imagem, fotografia, vídeo, nada digital durante um ano", diz Nikki Phillippi.

No mesmo vídeo, referem que se informaram e ponderaram com amigos e responsáveis pela adoção.

"Teríamos uma criança a viver em nossa casa durante um ano que não seria nosso filho a tempo inteiro, não ficámos satisfeitos com isso também", acrescenta a influencer, citada pelo The Mirror.

Casal abateu o cão, "Tinha um lado agressivo"

O mesmo tablóide britânico diz ainda que o casal esteve envolvido numa polémica, há uma semana, depois de um vídeo em que anunciou o abate do cão, Browser.

Num vídeo com mais de 20 minutos, os youtubers explicam que tomaram a decisão porque o cão mordeu o filho do casal.

"O Browser tinha um lado agressivo. Mostrou o seu pior lado em algumas ocasiões, nos últimos anos. Depois de muita ponderação, decidimos que tinha chegado a hora do Browser", contam.

  • 1:21