Mundo

Escalada de violência no Médio Oriente. Netanyahu promete forte ofensiva contra o Hamas

"Ainda não dissemos a última palavra".

Israel vai manter a forte ofensiva contra o Hamas o tempo que for preciso, anunciou na última noite o primeiro-ministro Benjamin Netanyahu, horas antes de mais uma madrugada de ataques aéreos contra Gaza e do início da ofensiva terrestre contra o Hamas junto à fronteira.

Ofensiva de Israel em Gaza. 50 rondas de bombardeamentos por terra e ar em 40 minutos

A maior operação israelita em Gaza, desde o início da escalada da guerra, consistiu em 50 rondas de bombardeamentos por terra e ar em 40 minutos, disse esta sexta-feira o exército.

Um porta-voz militar disse que Israel utilizou esta manhã 160 aviões, artilharia e infantaria durante o ataque ao enclave palestiniano. Ao mesmo tempo, as milícias palestinianas dispararam 50 foguetes contra Israel durante a madrugada.

NÚMERO DE MORTOS CONTINUA A SUBIR

A escalada de violência já resultou na morte, desde segunda-feira, de pelo menos 103 palestinianos, incluindo 27 crianças, e sete israelitas. Há ainda registo de pelo menos 530 pessoas feridas em Gaza. Números que não contabilizam as possíveis baixas desta mais recente ofensiva.

O conflito israelo-palestiniano já dura há quatro dias e tem-se assistido a sucessivas escaladas de violência, com o disparo de centenas de foguetes por parte do Hamas e a resposta de Israel com fortes bombardeamentos aéreos.

  • 8:23