Mundo

Apagão na internet. "Foi semelhante ao que aconteceu no Canal do Suez" 

O professor José Tribolet, do IST, explica o porquê de vários sites internacionais terem ficado inacessíveis.  

Vários sites de jornais internacionais, como The Guardian, Financial Times, New York Times, Bloomberg, Le Monde ou El Mundo, estiveram esta terça-feira momentaneamente inacessíveis.

José Tribolet, professor do Instituto Superior Técnico, esteve na Edição do Meio-Dia, da SIC Notícias, para explicar os possíveis motivos do apagão por todo o mundo.

O professor do IST comparou a situação ao que aconteceu no Canal do Suez, quando um navio ficou atravessado no canal e bloqueou a circulação, e falou sobre a Fastly, empresa responsável pela rede de distribuição de conteúdos de vários sites.

"Há um ponto que é fundamental em toda uma rede de logística de distribuição de conteúdos (...), quando há um problema neste ponto único, ninguém consegue distribuir nada."