Mundo

Vários sites de jornais internacionais em baixo 

Também o site do Governo britânico e da Casa Branca foram afetados.

Vários sites de jornais internacionais estiveram esta terça-feira momentaneamente inacessíveis, tais como o The Guardian, Financial Times, New York Times, Bloomberg, Le Monde, El Mundo ou a dinamarquesa TV2.

De acordo com a agência Reuters, alguns dos sites não carregavam e outros estavam mesmo inacessíveis.

Em causa está uma "falha" que atingiu plataformas de media, governos e sites de notícias por todo o mundo.

Nas redes sociais, Matt Taylor, gestor de produto no Financial Times, adianta que se tratou de uma falha na Fastly, uma empresa que é responsável pela rede de distribuição de conteúdos de vários sites.

Esta falha está também a gerou problemas em redes sociais como o Pinterest, o Reddit ou a plataforma digital de gaming, Twitch.

A agência AFP adianta que o site do Governo britânico, gov.uk, que inclui os vários ministérios e permite aos utilizadores realizar muitos procedimentos relacionados com os serviços públicos britânicos, apresentava a mensagem "Error 503 Service Unavailable".

O site da Casa Branca estava a exibir a mensagem "Esta página não está a funcionar" quase ao mesmo tempo.

"Foi semelhante ao que aconteceu no Canal do Suez"

José Tribolet, professor do Instituto Superior Técnico, esteve na Edição do Meio-Dia, da SIC Notícias, para explicar os motivos do apagão por todo o mundo.

O professor do IST comparou a situação ao que aconteceu no Canal do Suez, quando um navio ficou atravessado no canal e bloqueou a circulação, e falou sobre a Fastly.

"Há um ponto que é fundamental em toda uma rede de logística de distribuição de conteúdos (...), quando há um problema neste ponto único, ninguém consegue distribuir nada."

  • "Quando estou com os avós sinto-me feliz"

    Desafios da Mente

    As investigações apontam que as crianças que têm avós envolvidos na prestação de cuidados podem ter melhores índices de saúde mental, como uma redução do risco de sintomas depressivos e de comportamentos desviantes, bem como melhor desenvolvimento cognitivo. Em Portugal, o Dia dos Avós celebra-se a 26 de julho. A data foi instituída pela Assembleia da República, em 2003.

    Mauro Paulino