Mundo

Aviões russos terão invadido espaço aéreo dinamarquês

Ministro dos Negócios Estrangeiros dinamarquês, Jeppe Kofod

Ritzau Scanpix Denmark

Dinamarca já condenou violação do espaço aéreo por dois aviões russos.

O Governo da Dinamarca condenou esta sexta-feira a violação do espaço aéreo do país por dois aviões russos e convocou o embaixador da Rússia devido a este incidente, classificado como preocupante pelo ministro da Defesa dinamarquês.

O Ministério da Defesa indicou, segundo a agência noticiosa Ritzau, que dois aviões de combate da Força Aérea dinamarquesa foram enviados ao seu encontro para impedir a incursão.

"É completamente inaceitável que aviões russos violem o espaço aéreo dinamarquês duas vezes num dia", escreveu o ministro dos Negócios Estrangeiros, Jeppe Kofod, na rede social Twitter.

De acordo com o chefe da diplomacia, o facto de esta violação do espaço aéreo da Dinamarca ter acontecido duas vezes fá-la parecer "uma ação deliberada".

"Estamos ainda a analisar os pormenores, mas já tomei a iniciativa de convocar o embaixador russo para uma reunião no Ministério dos Negócios Estrangeiros", acrescentou.

As incursões ocorreram sobre a ilha dinamarquesa de Bornholm, no mar Báltico, ao sul da Suécia.

"É muito raro assistir-se a este tipo de violação do espaço aéreo dinamarquês, pelo que duas no mesmo dia devem ser consideradas preocupantes", declarou o ministro da Defesa, Trine Bramsen, citado pela agência Ritzau.