Mundo

Pescador foi engolido e cuspido por baleia? "Uma história muito difícil de acreditar" 

Mark Baker

Pescador norte-americano diz que foi engolido por uma baleia enquanto pescava.

Um pescador norte-americano alega ter sido engolido por uma baleia enquanto pescava, na passada sexta-feira. Mas os especialistas mostram-se céticos quanto à história e dizem mesmo que "não faz sentido".

Michael Packard estava a fazer mergulho para apanhar lagostas, na costa de Provincetown, em Massachusetts, quando terá sido apanhado pelo animal.

O homem, de 56 anos, afirma que foi engolido e que esteve dentro da baleia durante 40 segundos. Depois disso, foi cuspido de volta para o mar.

A peripécia que o homem conta podia ter corrido pior: Packard sofreu apenas uma lesão leve no joelho.

Apesar dos apelos da mulher para mudar de emprego, o homem revelou que não tem planos para abandonar a sua carreira de 40 anos na pesca.

De acordo com a BBC, o homem pensou primeiro ter sido atacado por um dos muitos tubarões que nadam pela costa.

"E depois percebi: 'Ó, meu Deus. Estou dentro da boca de uma baleia e ela está a tentar engolir-me. É isto, vou morrer", disse em entrevista, revelando que naquele momento pensou na mulher e nos dois filhos.

"De repente, a baleia veio à superfície e começou a abanar a cabeça. Fui lançado no ar e aterrei na água", acrescentou.

"Uma história muito difícil de acreditar"

O homem foi levado para o Hospital de Cape Cod, onde recebeu tratamento para a lesão no joelho.

De acordo com o New York Post, um dos médicos das urgências do hospital mostrou-se cético com a história contada por Packard.

"Ele supostamente subiu de uma profundidade de 45 pés (quase 14 metros) em 20 a 40 segundos e não tinha nenhuma evidência de barotrauma?"

O médico explicou que uma pessoa que tivesse passado por aquela situação teria apresentado lesões mais sérias, como perda de audição.

Ouvidos pelo jornal norte-americano, outros pescadores também se mostram céticos.

"As pessoas que estão na indústria da pesca e as pessoas que conhecem baleias estão a achar a história muito difícil de acreditar", disse um pescador de lagostas, que trabalha na zona há 44 anos. "Seria a primeira vez que isto aconteceria (…) Não faz sentido".