Mundo

Um português e um romeno são as vítimas mortais do desabamento em Antuérpia

Ainda há três trabalhadores sob os escombros, dois portugueses e um romeno.

Um português e um romeno são as vítimas mortais do desabamento de uma escola em construção em Antuérpia na sexta-feira. Ainda há três trabalhadores debaixo dos escombros, dois portugueses e um romeno. O balanço oficial é agora de dois mortos e três desaparecidos. As operações de busca continuam.

Entre as nove pessoas hospitalizadas, há um português, mas não se sabe em que condição se encontra. Há quatro em estado muito grave, quatro em estado grave e um com alguns ferimentos, como explicou um porta-voz da polícia de Antuérpia à correspondente da SIC em Bruxelas.

Esta manhã foi encontrada a segunda vitima mortal do desabamento.

A notícia chegou a ser confirmada pelo Ministério dos Negócios Estrangeiros, com base em informações que chegaram do ministério homólogo belga e dos serviços consulares.

No terreno, os bombeiros e a proteção civil da Bélgica confirmaram numa primeira fase apenas a existência de uma vítima mortal e cinco desaparecidos.

Segundo avançou ainda ontem o meio de comunicação belga GVA, quatro serão trabalhadores portugueses da empresa 'Goorden Bouw en Service', que terá confirmado a informação ao jornal em questão.

As operações de busca para encontrar os operários soterrados continuaram madrugada dentro.

  • Dentro do coração
    4:23

    Futuro Hoje

    Há 7 anos no Futuro Hoje mostrámos pela primeira vez um pacemaker que se instala dentro do coração. Em Portugal há muitas pessoas a quem este aparelho salvou a vida. Só o Dr. Diogo Cavaco, cardiologista que introduziu esta técnica no país, já instalou mais de cem aparelhos destes.