Mundo

Caça ao homem no Brasil. Autoridades procuram assassino em série

Suspeito de 32 anos foi classificado como um “psicopata imprevisível”.

A polícia brasileira desencadeou uma caça ao homem na tentativa de capturar Lázaro Barbosa, de 32 anos, suspeito de ter assassinado nas últimas semanas, em Brasília, quatro pessoas, ferido três e ter feito reféns outras 10.

A cidade de Cocalzinho de Goiás, no estado de Goiás, vive dias de medo. Muitos moradores da cidade fugiram da área, depois do suspeito ter feito reféns e disparado sobre várias pessoas, informa a polícia.

Segundo a Globo, esta terça-feira marca o 14.º dia da caça ao homem, com as buscas focadas nesta região, onde Lázaro terá sido visto pela última vez. A operação policial envolve mais de 270 polícias e militares, contando com o apoio de equipas cinotécnicas e helicópteros.

Os crimes do “psicopata imprevisível”

Lázaro Barbosa é acusado de, nas últimas semanas, ter assassinado uma família à facada, ter violado uma mulher, sequestrado várias pessoas e invadido propriedades. O homem chegou a ser descoberto pela polícia, depois de uma vítima ter enviado uma mensagem do seu telemóvel, mas Lázaro conseguiu escapar, disparando sobre dois agentes.

As autoridades descrevem-no como um “psicopata imprevisível” que faz uso de rituais satânicos. O homem de 32 anos tem um extenso cadastro criminal e já fugiu da prisão por três vezes.

As buscas prosseguem esta quarta-feira, numa altura em que as autoridades estão a realizar perícias num lençol encontrado no mato para verificar se este foi utilizado por Lázaro, ainda que não tenham revelado se o objeto contém sangue ou alguma outra pista.