Mundo

Resto do prédio que ruiu em Miami foi esta noite demolido

Lynne Sladky / AP

Operação considerada urgente por causa da aproximação da tempestade Elsa, que deverá atingir hoje a Florida

O que resta do edifício que ruiu a 24 de junho na Florida e que provocou 24 mortos foi demolido esta noite, numa operação controlada e considerada urgente por causa da aproximação da tempestade Elsa, que deverá hoje atingir a Florida.

A demolição controlada com recurso ae "pequenos explosivos estrategicamente colocados", tinha antes explicado a Presidente da Câmara Municipal de Miami-Dade, Daniella Levine. numa conferência de imprensa.

"A demolição em si é limitada ao perímetro imediato do edifício", avisou Levine. "No entanto, há pó e outras partículas que são uma consequência inevitável de demolições de qualquer tipo, e como medida de precaução estamos a exortar os residentes próximos a permanecerem dentro de casa", acrescentou.

A maioria do edifício de 12 andares das Torres de Champlain do Sul desmoronou-se a meio da noite de 24 de junho, um dos piores desastres urbanos da história dos EUA.

As autoridades receavam que o que restou do edifício também pudesse ruir, ameaçando a segurança dos socorristas. Estes receios foram agravados pela chegada da tempestade tropical Elsa.

A busca das vítimas foi suspensa no sábado em preparação para a demolição, enquanto o número de mortos da catástrofe se eleva a 24 mortos 121 feridos.