Mundo

Sobe para 32 número de corpos encontrados de vítimas do desabamento em Miami-Dade

Marco Bello

Mais quatro corpos de vítimas do desabamento de um edifício de 12 andares em Surfside, no Estado norte-americano da Florida, foram encontrados, elevando o número de mortos para 32 e reduzindo o de desaparecidos para 113.

Das 32 vítimas mortais, 26 foram até agora identificadas, e, no total, 191 pessoas residentes no edifício foram encontradas com vida após o desabamento, ocorrido a 24 de junho, segundo números fornecidos pela presidente da câmara de Miami-Dade (condado a que Surfside pertence), Daniella Levine Cava, na primeira conferência de imprensa de hoje.

As operações de busca e resgate de vítimas prosseguem no local, apesar das condições meteorológicas "extremamente adversas" na zona, em consequência da aproximação da Florida da tempestade tropical Elsa, indicou Levine Cava.

De acordo com a autarca, os elementos das equipas de resgate só fazem paragens de 30 minutos quando caem raios na zona e estão a trabalhar a contrarrelógio para localizar mais vítimas no local onde até domingo passado se erigia o edifício Champlain Towers South, com 40 anos.

O que dele restava após o desabamento foi demolido no domingo, por razões de segurança.

A 24 de junho, ruiu toda a ala nordeste, por causas ainda indeterminadas, e o que ficou de pé era uma estrutura instável que podia abater-se sobre os socorristas a qualquer momento.

A tempestade tropical Elsa, que deixou na segunda-feira Cuba para trás e estava próxima das Keys da Florida antes de entrar no Golfo do México e se mover para perto da costa oeste da Florida em direção a norte, obrigou a que se antecipasse a demolição.