Mundo

Temperaturas recorde em Oregon, nos EUA, já fizeram 116 mortos

Ted S. Warren

Vítima mais jovem tem 37 anos.

Uma onda de calor provocou 116 mortos no estado de Oregon, nos Estados Unidos, com as temperaturas a quebrarem recordes de altas temperaturas na região, informaram as autoridades.

A vítima fatal mais jovem do calor tem 37 anos e mais velha 97, segundo uma lista divulgada pelas autoridades de saúde, sendo que em Portland, a maior parte dos atingidos não tinha ar condicionado ou ventoinhas, e morreram sozinhas nas suas casas.

As autoridades norte-americanas consideram que o calor extremo, que chegou aos 46 graus, pode ainda vir a explicar centenas de mortes naquelas regiões.

A "cúpula do calor", um fenómeno climático que aprisiona o calor e bloqueia a movimentação de outros sistemas climáticos, e tem batido recordes de altas temperaturas no noroeste dos EUA e no oeste do Canadá nos últimos dias.

Os meteorologistas consideram que estes fenómenos extremos poderão vir a tornar-se mais frequentes devido às mudanças climáticas.