Mundo

Presidentes turco e israelita em rara conversa telefónica

Dois dias depois de um desentendimento entre Erdogan e o presidente da Autoridade Palestiniana, Mahmoud Abbas.

O presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, manteve uma conversa telefónica com o homólogo israelita Isaac Herzog, avançou a presidência turca, divulgando uma pouco frequente interação entre dois países com relações tensas.

A informação é avançada pela agência de notícias francesa France Presse, que recorda que a conversa entre os dois governantes, na segunda-feira, surgiu dois dias depois de um desentendimento entre Erdogan e o presidente da Autoridade Palestiniana, Mahmoud Abbas, a quem o primeiro garantiu que Ancara não "ficaria calada diante da opressão israelita na Palestina", segundo a presidência turca.

Erdogan tem sido um defensor da causa palestiniana ao longo dos seus 18 anos no poder, como primeiro-ministro e presidente, e já por várias vezes acusou Israel de "terrorismo" contra os palestinianos.

Relações entre Israel e a Turquia

No entanto, durante a conversa telefónica com o presidente israelita, Erdogan terá salientado a "grande importância" das relações entre Israel e a Turquia para a segurança e estabilidade no Médio Oriente.

A AFP acrescenta que Erdogan terá também enfatizado a importância atribuída pela Turquia a continuar o diálogo, apesar das divergências, e disse a Herzog que a comunidade internacional esperava uma "solução de dois estados para o conflito israelo-palestiniano dentro da estrutura das resoluções da ONU".

O presidente da Turquia terá sublinhado ainda o grande potencial de cooperação entre os dois países nas áreas de energia, turismo e tecnologia.

Isaac Herzog, ex-líder do Partido Trabalhista, foi investido presidente de Israel na semana passada, um cargo honorário, uma vez que o poder executivo está nas mãos do primeiro-ministro.

O chefe de Estado pode, no entanto, conceder perdões e nomeia o responsável pela formação de um executivo, após as eleições legislativas.