Mundo

Resgatadas 50 pessoas num bote a sul de ilha espanhola de Fuerteventura

CARLOS DE SAA

Entre o grupo encontravam-se dez mulheres e uma criança.

A polícia marítima espanhola resgatou na noite de segunda-feira 50 pessoas de um bote a sul de Fuerteventura, nas ilhas Canárias, enquanto outros dois barcos chegaram pelos seus próprios meios à costa de Lanzarote.

Entre o grupo de 50 pessoas encontravam-se dez mulheres e uma menina.

O bote tinha sido localizado à tarde, cerca de 33 quilómetros a sul de Morro Jable, por um helicóptero de resgate Helimer 203, depois de os seus ocupantes terem conseguido contactar o 112 e dar alguns pormenores sobre a zona onde se encontravam.

O número de pessoas a bordo do barco coincide com um alerta do último fim de semana correspondente a um bote que tinha partido de El Aaiún, em Marrocos.

Também na segunda-feira, um barco chegou pelos seus próprios meios à costa de Arrieta, Lanzarote, o segundo do dia na ilha, informou o Consórcio de Emergências da ilha.

Os seus ocupantes, cerca de quinze, estão a ser acompanhados por equipas médicas numa estação de serviço próxima, a maioria devido a cortes nos pés, provocados ao terem desembarcado às escuras numa área de fundos rochosos.

Este é o segundo barco com migrantes que chegou na segunda-feira a Lanzarote, depois de durante a tarde outro barco de madeira ter aportado na doca de Caleta de Famara.

A bordo estavam 28 migrantes de origem norte-africana (24 homens e quatro mulheres), de boa saúde, que afirmaram ter deixado a costa de Safi (Marrocos) há cinco dias, segundo o Consórcio de Emergências de Lanzarote.

Veja mais: