Mundo

Jovens sobrevivem à queda de um baloiço a quase 2 mil metros de altura na Rússia

Polícia está a investigar as causas. Relatório preliminar diz que atração não cumpria as normas de segurança.

Duas jovens sobreviveram à queda de um baloiço instalado a quase dois mil metros de altura, no Sulak Canyon, na Rússia, depois de um dos cabos se ter partido.

No vídeo partilhado nas redes sociais, vê-se um homem a empurrar o baloiço várias vezes. Na última, um dos cabos parte-se e as jovens caem.

Na publicação partilhada na rede social Twitter, ouvem-se vários gritos no momento do acidente:

Segundo as autoridades, as mulheres caíram para uma pequena plataforma debaixo do baloiço e ficaram apenas com alguns arranhões e hematomas.

A imprensa local diz que ficaram com "medo e arranhões, mas nenhuma sofreu ferimentos graves".

A polícia está a investigar as causas do acidente. O relatório preliminar concluiu que a atração não cumpria as normas de segurança.

O baloiço, que fica à beira de um penhasco a quase dois mil metros de altura, atrai muitos turistas.

As autoridades exigem agora que este tipo de baloiços à beira de falésias e penhascos sejam removidos.