Mundo

Pelo menos 1.146 migrantes morreram no Mediterrâneo nos primeiros 6 meses do ano 

Mortes no mar aumentaram 130% em 2021.  

As mortes de migrantes nas rotas do Mediterrâneo mais que duplicaram no primeiro semestre de 2021.

A Organização Internacional das Migrações pede aos estados-membros que melhorem as operações de resgate e promovam melhores medidas para a migração legal e segura.

Num relatório feito pela OIM, afirma-se que só nos primeiros seis meses de 2021 morreram nas travessias do Mediterrâneo com destino à Europa 1.146 pessoas, entre as quis 50 crianças.

A maioria das mortes aconteceu no Mar Mediterrâneo Central, uma das rotas de migração mais perigosas do mundo.