Mundo

Fugitivo entrega-se às autoridades 30 anos depois de escapar da prisão

Homem de 64 anos vivia numa praia australiana.

Um homem que passou quase 30 anos em fuga depois de se ter evadido da prisão entregou-se agora às autoridades australianas.

O homem escapou da prisão usando uma lâmina e um alicate na noite de 31 de julho de 1992, de acordo com um comunicado da Força Policial de New South Wales (NSW) na quarta-feira.

"Na altura, os esforços para o localizar não tiveram sucesso", diz o comunicado.

Darko Desic tinha 35 anos quando fugiu, tem agora 64 anos. No domingo 12 de setembro foi à esquadra de Polícia de Dee Why e entregou-se, prossegue o comunicado. Está detido, acusado de fugir à prisão.

"A polícia vai alegar que o homem usou ferramentas, incluindo uma lâmina de serra e um alicate para escapar da prisão em 1992", diz o comunicado.

Darko Desic foi presente a tribunal na terça-feira. A fiança foi recusada e terá de comparecer novamente em tribunal a 28 de setembro, disse a polícia.

Receio de deportação para a Jugoslávia em guerra

Desic fugiu da prisão em 1992 porque não queria ser deportado para a Jugoslávia, na altura em guerra civil.

Desde então, fazia biscates para sobreviver e respondia pelo nome de "Dougie", relata o 9News. Ultimamente, dormia nas dunas de areia de Avalon, nas praias do norte de Sydney.

Desic era bem conhecido na comunidade local e os residentes de Belle Higgins estão a recolher fundos para o ajudar. Há tantos anos a viver na Austrália já tem autorização permanente de residência.