Mundo

Incêndio de "médias proporções" destrói bloco operatório do principal hospital moçambicano

Hospital Central de Maputo

ADRIEN BARBIER/AFP via Getty Images

No Hospital Central de Maputo, o maior do país.

Um incêndio de "médias proporções" destruiu, na segunda-feira, um dos blocos operatórios que estava em reabilitação no Hospital Central de Maputo, o maior do país, indicou a unidade em comunicado.

O incêndio, ocorrido por volta das 16:00 (menos uma hora em Lisboa), deflagrou numa "conduta desativada do sistema de ar condicionado do bloco", explica o hospital em comunicado.

"O corpo de bombeiros foi imediatamente acionado, tendo se feito ao local", refere o comunicado do Hospital Central de Maputo, que acrescenta que não houve registo de vítimas e que avaliações decorrem para apurar os danos causados pelo incêndio.

O Hospital Central de Maputo é o maior do país, contando com sete departamentos clínicos e atendendo, em média, por dia, 900 utentes.

Em maio de 2020, um outro incêndio destruiu parte do arquivo clínico do Hospital Central de Maputo.