Mundo

Edifícios destruídos e cortes de energia e comunicações devido a sismo na Austrália

Foi o abalo mais forte de sempre no estado de Victória.

Um sismo de 5,9 abalou a região de Melbourne, na Austrália. Não há vítimas, mas foi o mais intenso alguma vez sentido na zona. Destruiu edifícios e provocou o corte no fornecimento de energia e comunicações.

Desde quem estava em teletrabalho, numa video conferência, até quem estava a apresentar um programa de televisão ou a esquiar numa das pistas mais famosas da região. Foram poucos os que não sentiram o sismo que abalou parte da Austrália, esta quarta-feira.

Com uma magnitude de 5,9, foi o tremor de terra mais intenso alguma vez registado no estado de Victória.

O sismo, que não fez vítimas nem feridos graves, provocou estragos em diversos edifícios na área metropolitana de Melbourne. Vários zonas ficaram sem eletricidade, gás e comunicações.

De acordo com os serviços geológicos dos australianos, o epicentro foi a cerca de 130 quilómetros da segunda maior cidade do país.

A terra tremeu às 9:00, hora local, meia noite em Lisboa. Pouco depois foi sentida uma réplica de magnitude 4.0 e foram registadas outras, ao longo do dia, de menor intensidade.

  • A escola como uma gigantesca perda de tempo

    País

    Pode ser Eva. Fez um teste de Geografia e foi a única da turma a ter negativa. Dos seus olhos formosos e inexpressivos, num rosto negro como o touro do Herberto Helder, ruíram-lhe duas lágrimas. Mas daquelas que represam tanta água - tanta mágoa - que deixam cicatrizes aquosas. 43%.

    Opinião

    Rui Correia