Mundo

Crise combustíveis: Governo britânico prolonga validade de vistos para camionistas estrangeiros

Correspondente SIC

Em Londres e sudeste britânico, 20% das bombas de gasolina estão secas.

No Reino Unido, os militares começaram esta segunda-feira a conduzir camiões para abastecer bombas de combustível. Apesar da situação ter acalmado em quase todo o país, em Londres e no sudeste de Inglaterra, o panorama continua a agravar-se.

Depois de dias em prevenção e treino, 200 militares fizeram-se à estrada.

No Reino Unido não falta combustível, mas há muito que o país se debate com a falta de camionistas. O primeiro-ministro, Boris Johnson, afirma que o problema não é exclusivo dos britânicos.

O Governo britânico resolver prolongar até março, a validade dos 5.000 vistos que vai conceder a camionistas estrangeiros e 300 serão emitidos com efeito imediato.

A procura por combustíveis no centro e no norte do país normalizou durante o fim de semana. Em contrapartida, em Londres e no sudeste, 20% das bombas de gasolina estão secas e 18% apenas tem um tipo de combustível.

VEJA TAMBÉM: