Mundo

Líder da Coreia do Norte acusa Estados Unidos de promover instabilidade na região

Declarações marcam as celebrações dos 76 anos do regime de Pyongyang.

O líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, acusa os Estados Unidos da América de promover a instabilidade na região e promete construir um exército invencível para defender o país, em declarações que marcam as celebrações dos 76 anos do regime de Pyongyang.

Na emissão do canal estatal único, passou a mensagem de força.

O líder norte-coreano visitou depois a exposição militar Autodefesa 2021l, onde a estrela é o novo míssil hipersónico Hwasong-8, recentemente testado no mar do Japão.

Kim Jong-un acusou os Estados Unidos de fomentar a instabilidade na península coreana e, segundo os media oficiais, prometeu construir um exército invencível para defender o país.

O tom desafiador marca já as celebrações dos 76 anos da Coreia do Norte.

Com novo visual, mais magro, com fato de corte ocidental e calçado com sandálias, Kim Jong-un mantém o mundo na ignorância do que se passa em território norte-coreano.

Os observadores e a agência internacional de energia atómica acreditam que as exibições de armamento e de força mobilizam o país isolado pelas sanções e numa crise sem precedentes agravada pela pandemia, mas podem indicar também que Pyongyang estará já a reativar o programa nuclear travado pela comunidade internacional.

Veja também: