Mundo

Atacante de Kongsberg já era conhecido das autoridades por suspeitas de radicalização

Autoridades da Noruega estão a tratar o caso como "ato terrorista".

O homem que matou cinco pessoas com um arco e flecha esta quarta-feira em Kongsberg, na Noruega, já era conhecido das autoridades por proximidade a movimentos radicais islâmicos.

O atacante é um dinamarquês de 37 anos que já foi detido e que confessou os crimes depois de ter sido capturado pela polícia, na noite de quarta-feira. Matou quatro mulheres e um homem com idades entre os 50 e os 70 anos.

Os serviços de segurança estão a tratar o caso como "ato terrorista".

  • Vamos falar de jejum: era capaz de ficar 16 horas por dia sem comer?

    País

    O jejum intermitente é um regime alimentar que impõe um período de restrição alimentar. Existem vários modelos, mas o mais conhecido é dividido em 16 horas de jejum e oito horas em que pode comer livremente. Os especialistas reconhecem benefícios nesta prática, mas afirmam que a investigação científica ainda é escassa.

    Exclusivo Online

    Filipa Traqueia