Mundo

Mergulhador encontra espada com 900 anos em Israel

RONEN ZVULUN

Artefacto pertencia a um cavaleiro templário da Idade Média.

Uma espada com 900 anos, que pertencia a um cavaleiro templário, foi encontrada por um mergulhador, na costa do HaCarmal, Israel.

A descoberta foi feita por Shlomi Katzin, que mergulhava numa enseada, que servia de ancoradouro para navios na Idade do Bronze Final, há 4.000 anos, quando avistou o objeto.

O achado está agora a cargo da Autoridade de Antiguidades de Israel para análise, com posterior intenção de o exibir publicamente num museu.

"A espada foi preservada em perfeitas condições e é um achado lindo e raro", conclui o inspetor Nir Distelfeld, da AAI.

O chefe da Unidade de Arqueologia Marinha, da AAI, Kobi Sharvit, defende que o local onde a espada foi encontrada, era escolhido pelos cavaleiros para proteção.

A Ordem dos Templários existiu durante cerca de dois séculos na Idade Média. Fundada no rescaldo da Primeira Cruzada em 1096, o objetivo dos soldados seria proteger o cristianismo e expandir a religião, lutando contra os "inimigos de Cristo".

  • Esqueçam o atrás...

    Tenham noção

    O recado de Rodrigo Guedes de Carvalho sobre redundâncias. Tenham noção que dizer ou escrever "há cinco anos atrás", "subir para cima" ou "descer para baixo" é desnecessário.

    SIC Notícias