Mundo

Cheias no Canadá: mais de 7.000 pessoas retiradas de casa na cidade de Merritt

Durante a noite, entre 80 e 100 veículos ficaram presos devido a um deslizamento de terra.

Uma cidade na província da Colômbia Britânica, no Canadá, teve de ser evacuada devido às cheias provocadas por uma forte chuva torrencial. Mais de 7.000 pessoas foram retiradas na cidade de Merritt e alojadas em centros de acolhimentos.

O primeiro-ministro canadiano, Justin Trudeau apelou para que a população de Colômbia Britânica "tenha cuidado".

"Estaremos lá para dar o apoio que precisam e para ajudar-vos a lidar e a recuperar destas enchentes e condições extremas".

O mau tempo levou ao encerramento do polémico oleoduto Trans Mountain, nacionalizado pelo Governo de Trudeau em 2018. A agência AFP adianta que foi fechado por "precaução", devido às extensas inundações e aos deslizamento de terra.

Várias estradas foram cortadas em áreas já afetadas durante o verão por grandes incêncios florestais e dezenas de milhares de pessoas em toda a região foram afetadas por falha de energia.

Durante a noite, entre 80 e 100 veículos ficaram presos devido a um deslizamento de terra, a cerca de 100 quilómetros de Vancouver, destacam as autoridades.

O mau tempo vai continuar nos próximos dias.