Mundo

Meio milhão de pessoas afetadas por chuvas fortes na Guatemala, 15 morreram na sequência de deslizamentos de terra

Meio milhão de pessoas afetadas por chuvas fortes na Guatemala, 15 morreram na sequência de deslizamentos de terra

Chuvas e ventos fortes provocaram deslizamentos de terra, inundações, o colapso de infraestruturas e destruição em grande parte do país.

Pelo menos 15 pessoas morreram e sete ficaram feridas em deslizamentos de terra causados por fortes chuvas desde o início de maio na Guatemala, e 500.000 pessoas foram afetadas pelas tempestades.

Entre as 15 pessoas que morreram estavam uma mulher e os seus seis filhos, assim como três irmãos menores em duas aldeias indígenas, disseram esta segunda-feira os responsáveis da proteção civil da Guatemala.

As chuvas e ventos fortes provocaram deslizamentos de terra, inundações, o colapso de infraestruturas e destruição em grande parte do país centro-americano.

Quase um milhar de casas foram danificadas, assim como oito escolas, mais de 80 estradas e sete pontes, três das quais foram completamente destruídas.

As áreas mais afetadas são as que têm uma população predominantemente indígena, que são as mais vulneráveis a catástrofes naturais. Cerca de 60% dos 17 milhões de habitantes da Guatemala vivem na pobreza.

Em 2021, as chuvas causaram a morte a 35 pessoas e três desaparecidos, 17 feridos e cerca de 1,5 milhões de pessoas afetadas.

A estação chuvosa, que decorre de maio a novembro, resulta na morte de centenas de pessoas todos os anos na América Central, uma das regiões mais vulneráveis às alterações climáticas.

Últimas Notícias
Mais Vistos