Mundo

Macau cancela alertas de ciclone tropical

Macau cancela alertas de ciclone tropical
VCG / Getty Images
No entanto, o risco de inundações mantém-se.

Macau cancelou todos os sinais de alerta para o ciclone tropical Mulan, que não causou incidentes de maior ou qualquer ferido, segundo as autoridades.

A Direção dos Serviços Meteorológicos e Geofísicos de Macau, contudo, emitiu um aviso devido às fortes chuvas e trovoadas que estão a atingir ainda o território, mantendo-se o risco de inundações nas zonas baixas da cidade.

Durante a passagem do ciclone tropical, de acordo com a Autoridade de Aviação Civil, oito voos previstos para o Aeroporto Internacional de Macau sofreram atrasos, foram cancelados ou alterados.

O serviço de transportes públicos foi retomado e reaberta a circulação nas três pontes marítimas.

Apenas quatro pessoas procuraram abrigo nos Centros de Acolhimento de Emergência.

Macau chegou a declarar o estado de prevenção imediata e a elevar para 8 o nível de alerta devido ao Mulan.

A escala de alerta de tempestades tropicais é formada pelos sinais 1, 3, 8, 9 e 10, cuja emissão depende da proximidade da tempestade e da intensidade dos ventos.

Desde 2017, três tufões obrigaram as autoridades a emitir o alerta máximo, com o último (Higos) a atingir Macau em agosto de 2020.

Em setembro de 2018, o Mangkhut provocou 40 feridos e inundações graves no território.

Um ano antes, o tufão Hato (posteriormente denominado de Yamaneko pelas autoridades locais), considerado o pior em mais de 50 anos a atingir o território, causou 10 mortos e 240 feridos.

Últimas Notícias
Mais Vistos