Mundo

Terminou sequestro num banco em Beirute, suspeito rendeu-se

Terminou sequestro num banco em Beirute, suspeito rendeu-se
Hussein Malla
O homem de 42 anos rendeu-se, após horas de negociações com o banco e as autoridades.

Com uma espingarda e um garrafão de gasolina, entrou pela porta de uma sucursal bancária no centro de Beirute esta quinta-feira. Os clientes e funcionários que lá se encontravam foram feitos reféns até que o homem levantasse as suas poupanças, que estavam bloqueadas por causa da grave crise económica. Porém, no final, libertou os reféns e rendeu-se, noticiam os media locais.

As autoridades dizem que Bassam al-Sheikh Hussein, de 42 anos, entrou no banco e ameaçou incendiar-se, a menos que lhe fosse permitido tirar o seu dinheiro.

Um funcionário do banco disse que se encontram seis ou sete colegas na agência feitos reféns, e que o sequestrador disparou três tiros de aviso.

Após horas de negociações, Bassam aceitou uma oferta do banco para receber parte das suas poupanças.

Líbano sofre a pior crise económica da sua história moderna

Os bancos do Líbano aplicam desde finais de 2019 limites rigorosos de retirada de ativos em moeda estrangeira, retendo efetivamente as poupanças de muitos libaneses.

O país sofre hoje a pior crise económica da sua história moderna, onde três quartos da população mergulhou na pobreza, e o valor da libra libanesa diminuiu mais de 90% face ao dólar norte-americano.

Últimas Notícias
Mais Vistos