Mundo

Antiga "Estrada da Morte" na Bolívia é agora paraíso de vida selvagem

Loading...
A construção de uma via alternativa reduziu o número de mortes e aumentou a biodiversidade.

Já foi conhecida como a estrada mais perigosa do mundo, mas agora, na Bolívia, a "Estrada da Morte" é um paraíso de vida selvagem. A construção de uma via alternativa reduziu o número de mortes e aumentou a biodiversidade.

Na Bolívia, o percurso que antes servia de conexão principal entre a capital La Paz e a região de Los Yungas é conhecido como "Estrada da Morte", uma vez que ali perderam a vida centenas de pessoas até 2007, quando foi construído um percurso alternativo.

O trajeto que tirou a vida a tantas pessoas tem um comprimento total de 69 metros, marcado por imensas curvas acentuadas, com uma largura de apenas três metros e situado a uma altura que, em alguns pontos, atinge os mil metros sem barreiras laterais.

Depois de 2007, com a construção de uma estrada alternativa e mais segura, o número de mortes decresceu acentuadamente e ali começaram a proliferar novas vidas. A ausência de trânsito e a redução da confusão e da poluição fez com que a biodiversidade aumentasse abruptamente, tornando assim a "Estrada da morte" na estrada da vida.

Depois da natureza voltar ao seu estado mais puro, já foi possível identificar 16 espécies de animais terrestres e 98 espécies de aves. Por esse motivo, muitos visitantes deslocam-se até ao local para apreciar a fauna e a flora e praticar exercício físico.

Últimas Notícias
Mais Vistos