Mundo

Mineiros presos numa mina no México: "Se não saírem vivos é um crime que tem de ser punido"

Loading...
Trabalhos de resgate de 10 mineiros retidos há 11 dias complicaram-se com a subida do nível da água no interior da mina.

Com a subida do nível da água, complicou-se o resgate dos dez mineiros presos há 11 dias numa mina, no México. Os trabalhos de socorro são lentos a as famílias desesperam.

Os familiares dos dez mineiros presos há 11 dias dizem que se os trabalhadores não forem retirados com vida, é um crime que não pode sair impune.

A frustração daqueles que não têm notícias dos familiares há 11 dias é inevitável. Maria é uma das pessoas que não sabe se o irmão está vivo,
depois do desabamento, no passado dia 3 de agosto. À medida que o tempo passa, aumenta o sentimento de desespero pela lentidão do resgate.

O colapso da mina provocou inundações em três poços. No poço 2, onde se concentravam as maiores esperanças de salvamento, a água subiu de repente - de 70 centímetros, na sexta-feira, passou no domingo para quase 13 metros.

Não é o primeiro acidente deste género em Coahuila, a principal região produtora de carvão do México. Em 2006, uma explosão na mina de Pasta de Conchos provocou a morte de 65 mineiros.

Últimas Notícias
Mais Vistos