Mundo

Tribunal espanhol atribuiu custódia do corpo de Eduardo dos Santos à ex-mulher

Tribunal espanhol atribuiu custódia do corpo de Eduardo dos Santos à ex-mulher

Tchizé dos Santos, filha do antigo Presidente de Angola vai recorrer da decisão.

Loading...

O tribunal espanhol atribuiu a custódia do cadáver do ex-Presidente de Angola à sua ex-mulher Ana Paula dos Santos. Tchizé dos Santos, filha de José Eduardo dos Santos, já informou que vai recorrer da decisão.

"A decisão do juiz de instrução número 11 de Barcelona de entregar o corpo do antigo presidente angolano José Eduardo dos Santos à sua antiga mulher será sujeita a recurso por Tchizé dos Santos", disse a advogada Carmen Varela à Lusa, explicando que o argumento tem a ver com a competência do tribunal.

"Vamos interpor recurso por entendermos que a jurisdição penal não é competente para deliberar sobre este assunto, que deve ser a jurisdição civil a pronunciar-se sobre ele", argumenta a jurista, lembrando que "atualmente existe um processo em curso no tribunal civil sobre esta questão".

José Eduardo dos Santos, que governou Angola de 1979 a 2017, morreu, no dia 8 de julho, com 79 anos, em Barcelona, Espanha, onde passou a maior parte do tempo nos últimos cinco anos.

Duas fações da família dos Santos disputam, na Vara de Família do Tribunal Civil da Catalunha, quem ficará com a guarda do corpo de José Eduardo dos Santos.

De um lado, está Tchizé dos Santos e os irmãos mais velhos, que se opõem à entrega dos restos mortais à ex-primeira-dama e são contra a realização de um funeral de Estado antes das eleições de 24 de agosto para evitar aproveitamentos políticos.

Do outro, está a viúva Ana Paula dos Santos e os seus três filhos em comum com José Eduardo dos Santos, que reivindicam também o corpo e querem que este seja enterrado em Angola nos próximos tempos.