Mundo

Três polícias suspensos após divulgação de vídeo de agressão a suspeito

Twitter
Twitter
Twitter
O caso aconteceu no estado norte-americano do Arkansas e as imagens foram partilhadas nas redes sociais.

Três agentes foram suspensos após a divulgação de um vídeo nas redes sociais onde se pode ver um homem deitado no chão, enquanto é imobilizado e agredido. O caso teve lugar junto a uma loja de conveniência em Mulberry, cerca de 220 quilómetros a noroeste de Little Rock, no estado norte-americano do Arkansas, e colocou ainda um inspetor policial sob investigação.

As imagens mostram um dos polícias a agredir repetidamente a vítima. Um outro a dar várias joelhadas no homem, que está imobilizado no chão.

Um outro polícia segura o homem que, enquanto está a ser espancado, tenta proteger-se como consegue, cobre a cabeça com as mãos e encolhe as pernas.

O vídeo foi partilhado nas redes sociais e já foi visualizado milhões de vezes.

Alguns utilizadores do Twitter partilharam mensagens que fazem alusão a George Floyd, que morreu durante uma detenção, quando um polícia pressionou o joelho contra o seu pescoço durante cerca de 9 minutos. O caso, que aconteceu em maio de 2020, gerou grande indignação e uma onda de protestos em todo o mundo.

Uma mulher que não se consegue ver no vídeo agora divulgado das agressões policias, grita desesperada: "Não lhe batam, ele precisa de tomar a medicação!"

Um dos agentes responde com um palavrão e diz à mulher para entrar no carro.

A primeira pessoa que partilhou o vídeo refere que a irmã testemunhou o episódio, na cidade de Mulberry.

As autoridades estaduais identificaram o homem, que se encontra detido. Randall Worcester, de 27 anos, é acusado de fazer ameaças numa loja de conveniência, na manhã de domingo.

A polícia informou que quando os agentes o confrontaram, Randall empurrou um deles para o chão e agrediu-o com um soco na parte de trás da cabeça, o que levou os agentes a imobilizarem-no no chão.

Últimas Notícias
Mais Vistos