Mundo

Dois homens morrem em incêndio no País Basco

Dois homens morrem em incêndio no País Basco
Europa Press News
Elevando assim para cinco o número de vítimas mortais este ano no país por causa dos fogos.

Dois homens de 73 anos morreram na terça-feira num incêndio no País Basco, em Espanha, elevando para cinco o número de vítimas mortais este ano no país por causa dos fogos, foi divulgado esta quarta-feira.

Segundo disseram hoje as autoridades regionais do País Basco (nordeste de Espanha), os dois homens foram encontrados mortos pelos bombeiros durante os trabalhos de combate e extinção do fogo em Basauri, Biscaia, uma zona rural. Os dois homens eram irmãos e, provavelmente, estavam a fazer uma queimada e perderam o controlo das chamas, segundo as autoridades bascas, embora não haja ainda conclusões da investigação policial.

Cinco pessoas morreram em incêndios florestais em Espanha desde junho. O Governo espanhol declarou na terça-feira "zonas de catástrofe" em 15 das 17 regiões autónomas do país, atendendo às consequências dos incêndios, que este ano já calcinaram mais de 280 mil hectares, segundo das estimativas do sistema europeu EFFIS. Só nas regiões da Cantábria e Astúrias (norte de Espanha continental) não foram declaradas "zonas gravemente afetadas por uma emergência de proteção civil", vulgarmente conhecidas como "zonas de catástrofe". A declaração de "zonas de catástrofe" permitirá desbloquear ajudas extraordinárias para regiões e populações afetadas pelos incêndios.

Nas 15 regiões afetadas pelos fogos, houve desde junho 120 incêndios, alguns deles considerados "grandes incêndios", aqueles que queimam mais de 500 hectares, que obrigaram a desalojar temporariamente centenas de milhares de pessoas. A área ardida este ano em Espanha já superou a de 2012, considerado o pior ano até agora em termos de grandes fogos, quando as chamas destruíram mais de 189.000 hectares, segundo os dados europeus.

A área ardida em Espanha este ano já chega aos 286.563 hectares, o que representa 39,3% total calcinado na União Europeia (UE) em 2022. Espanha é o país da UE com mais hectares atingidos pelos fogos, seguido pela Roménia (149.172 hectares), Portugal (92.165), França (62.084) e Itália (47.363). Em termos de percentagem de território ardido, Portugal é o país mais afetado (1,01%) e Espanha o quarto (0,54%).

Segundo os dados oficiais do Governo espanhol, atualizados até 14 de agosto, Espanha registou 50 "grandes incêndios" este ano. É preciso recuar a 2006 para haver um número superior (58) e a média são 11 "grandes incêndios" por ano.

Últimas Notícias