Mundo

Morreu o "Índio do Buraco", o último da sua tribo na Amazónia

Morreu o "Índio do Buraco", o último da sua tribo na Amazónia
FUNAI
Indígena recusou qualquer tentativa de contacto ao longo de 26 anos.

Morreu o indígena conhecido" como "Índio Tanaru" ou "Índio do buraco", informou a Fundação Nacional do Índio (Funai) na passada sexta-feira. Vivia isolado na floresta da Amazónia, no estado de Ronadónia, há cerca de 26 anos.

De acordo com a Fundação, o "Índio do buraco" era o único sobrevivente da sua comunidade e morreu sem que fossem conhecidas a sua língua ou etnia. Ao longo de mais de duas décadas, recusou as várias tentativas de contacto dos membros da Funai e, por isso, era acompanhado à distância.

O corpo do indígena foi encontrado na última terça-feira, dia 23 de agosto, durante uma ronda de monitorização e vigilância territorial. Segundo a Funai, não foram encontrados vestígios da presença de pessoas no local nem sinais de luta ou violência.

Apesar de ter vivido sozinho nos últimos anos, nem sempre esteve só. Os últimos membros do seu povo foram mortos em 1995, informa a Fundação Nacional do Índio.


Últimas Notícias
Mais Vistos