Mundo

Mais uma mulher saudita condenada a prisão por "mau uso" das redes sociais

Mais uma mulher saudita condenada a prisão por "mau uso" das redes sociais
Bloomberg Creative
Nourah foi condenada a 45 anos de prisão.

Um tribunal saudita condenou uma mulher a 45 anos de prisão por, alegadamente, ter afetado o país através da atividade que mantinha nas redes sociais.

Ainda não se conhecem muitos detalhes sobre Nourah bint Saeed al-Qahtani, presa desde 2021, pertencente a uma das maiores tribos da Arábia Saudita e que "supostamente" tem um historial de "ativismo".

Um documento do tribunal indica que a acusação e a sentença tem como base o uso das redes sociais, mas as autoridades sauditas recusam-se a prestar informações e explicações.

Os juízes consideraram que a mulher "afetou a coesão social" e “destabilizou o tecido social”, mas ainda não é conhecido o conteúdo das publicações em causa.

Trata-se da segunda sentença do género no reino saudita este mês, depois de Salma al-Shehab, estudante de medicina em Leeds, Inglaterra, ter sido condenada a 34 anos de prisão em Riade igualmente pelo uso "indevido" das redes sociais.

Últimas Notícias
Mais Vistos