Mundo

Peritos dizem que seca em Espanha é a pior de sempre

Loading...
Zona noroeste junto a Portugal é a mais afetada.

Em Espanha, a viver a pior seca de que há memória, os incêndios continuam a destruir milhares de hectares de florestas e terrenos. Está a ser o ano com mais fogos e mais área ardida dos últimos 16 anos.

As autoridades espanholas dizem que o fogo de Oímbra, na província de Ourense, teve origem em Portugal e rapidamente passou a linha de fronteira, a norte de Chaves. É uma das zonas mais atingidas pelos incêndios, este verão, em Espanha.

Em algumas localidades da Galiza, esta já é a terceira vez que os bombeiros são chamados.

Em Albacete, no centro do país, vários aviões e helicópteros ajudam no combate às chamas que lavram há vários dias e que continuam por controlar.

Os peritos espanhóis dizem que a seca deste ano é a pior de que há memória.

Em Espanha, já houve mais de 50 grandes incêndios, que queimaram quase 250 mil hectares de floresta, mato e campos.

2022 está a ser o ano com mais área ardida, desde 2006, segundo o Ministério para a Transição Ecológica.

O noroeste do território, ou seja, as regiões mais perto de Portugal, foram as que registaram mais fogos florestais, com quase metade de todos os incêndios deste ano.

Últimas Notícias
Mais Vistos