Mundo

Velório aberto ao público e funeral em Moscovo: o plano das cerimónias fúnebres de Gorbachev

Velório aberto ao público e funeral em Moscovo: o plano das cerimónias fúnebres de Gorbachev
Adam Berry
Putin anunciará nos próximos dias se estará presente.

O funeral do último líder da União Soviética, Mikhail Gorbachev, que morreu na terça-feira aos 91 anos, irá realizar-se no sábado, 3 de setembro, em Moscovo, indicaram esta quarta-feira as agências noticiosas, citando a filha e a fundação do político.

"O funeral terá lugar no sábado no cemitério Novodevichy [na capital russa] e o velório será realizado no Salão das Colunas da Casa dos Sindicatos", um local reservado a personalidades proeminentes da sociedade russa, indicou a filha de Mikhail Gorbachev, Irina Virganskaya, citada pela agência russa Interfax.

O corpo do político estará em câmara ardente durante algumas horas, das 10:00 às 14:00 locais (das 07:00 às 11:00 hora de Lisboa), e o público terá acesso ao local, segundo precisou um porta-voz da Fundação Gorbachev, citado pela agência espanhola EFE.

"A decisão foi da família", referiu o mesmo porta-voz.

Mikhail Gorbachev será sepultado ao lado da mulher Raísa, que morreu em 1999.

Putin anunciará nos próximos dias se estará presente

O porta-voz do Kremlin (Presidência russa), Dmitri Peskov, disse hoje que a informação sobre a eventual presença do Presidente russo, Vladimir Putin, nas cerimónias fúnebres será anunciada nos próximos dias.

Numa mensagem de condolências divulgada hoje, Putin falou de "um político e estadista que teve uma grande influência na História mundial".

"Ele guiou o nosso país através de um período de mudanças complexas e dramáticas e grandes desafios de política externa, económicos e sociais", disse o chefe de Estado russo, citado pelas agências internacionais.

Gorbachev, que conduziu a União das Repúblicas Socialistas Soviéticas (URSS) desde 1985 até ao seu colapso em 1991, morreu na noite de terça-feira em Moscovo devido a uma "longa e grave doença", avançou o Hospital Clínico Central de Moscovo, onde estava a ser tratado.

Foram vários os líderes ocidentais que já prestaram homenagem ao político que lutou para reduzir as tensões no auge da Guerra Fria e que ganhou o Prémio Nobel da Paz em 1990.

Apesar de aclamado pela generalidade da comunidade internacional, Gorbachev continua a ser até à data uma figura controversa na Rússia, onde muitos ainda o culpam pelo colapso da União Soviética.

As cerimónias fúnebres de figuras proeminentes da história russa, incluindo Vladimir Illich Ulyanov, mais tarde conhecido como Lenine, foram realizadas no Salão das Colunas da Casa dos Sindicatos em Moscovo.

O último político cujo velório foi realizado nesta sala foi o líder do Partido Liberal-Democrático da Rússia (extrema-direita), Vladimir Zhirinovsky, que morreu em abril passado.

Uma figura controversa aplaudida por uns e criticada por outros

Loading...
Últimas Notícias
Mais Vistos